04 novembro, 2012

Two is Better Than One - Capítulo 07

Oi gente!
Sâmmy aqui, trazendo o novo capítulo da Webnovela! ^-^ Fofuras no capítulo de hoje, não podem deixar de conferir! :)
E então, vai clicar em leia mais?



Capítulo 07 – Sentimentos...


        Aquela semana foi super corrida para toda a escola. A semana de provas se iniciaria em poucos dias, e os professores já estavam dando os últimos conteúdos para as avaliações. Matérias como Matemática, Português, Física, Biologia e História já estavam com um conteúdo atrasado, e os alunos tiveram mais peso nas provas. Era tanta coisa, que a rotina de provas mudou, e na quinta-feira, após a prova de Matemática ainda às 08h40min, os alunos puderam ir para casa rapidamente, e se preparar para a próxima prova, Física, que seria realizada às 14h00min da tarde, e foi assim que aquela semana de provas foi se organizando.
        Na sexta-feira, após terminar a prova de História às 14h50min, sai da escola direto para a visita ao Liam. No caminho, eu tentava me lembrar de algumas fórmulas químicas. Mas acabou não sendo uma ótima ideia. Nessa distração, mais uma vez eu me esbarrei em alguém pelo caminho, e parei por ai. Já estava me aproximando da clínica, e ao chegar no portão, reparei que o Liam não estava no pátio, como de costume.
        Fui correndo ao quarto dele. Da última vez que isso aconteceu, havia sido uma crise emocional dele, e aquele havia sido o único dia em que eu não pude visitá-lo, devido esse inconveniente. Mas não era nada disso. Ou pelo ou menos, espero que não. Cheguei ao quarto 22,  e lá estava ele, sentado na cama, com alguns médicos ao redor, cheios de papéis de exames nas mãos. Logo que me viram, despediram-se rapidamente, ficando apenas a chata da Joanna Lisa. Liam estava calmo, e logo deu um pulo da cama e me levou até o pátio. Ele detestava aquele quarto abafado e lotado de câmeras.
        Ficamos conversando um bom tempo no pátio, sentados na sombra de uma árvore, na maior calma. O que ele mais falava era o sonho de poder, enfim, sair da clínica e rever os pais, que não o viam há 1 ano. Depois de um tempo, mudei de assunto, tentando lhe falar sobre a competição de poesia.
- Está participando de uma competição de poesia? – surpreendeu-se.
- É... eu sempre gostei de escrever poesias. Agora é minha chance! – disse, tímida.
- Nossa, que legal! Boa sorte para as outras concorrentes, porque você certamente será uma das melhores, senão a melhor – elogiou.
- Valeu. Mas...
- “Mas...”? Não pode ser boa notícia, pode?
- Bem, é que a competição irá acontecer próxima semana...
- E daí?...
- ... na sexta-feira...
- Hein? Na sexta?
- É. Só fui saber disso depois, e eu sei que você vai...
- Ficar chateado? Sem problema. Não custa você faltar um dia por um motivo tão legal como esse. Não falte à competição por minha causa. Você merece participar dela, e até mesmo, levar o primeiro lugar – sorriu.
- Você é incrível, Liam! – abracei-o – Valeu!
        A gente se olhou por uns segundos, fomos nos aproximando aos poucos, mas eu logo recuei, temendo a supervisora Joanna, que me olhava furiosa de longe, só esperando a cena acontecer e ir me denunciar ao diretor, que certamente, me proibiria de visitar o Liam, que por sua vez, ficava meio tímido e um tanto calado.



E então, o que acharam?

Beijos e fiquem com Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário