17 janeiro, 2013

Texto: Que Tal se Valorizar Mais?

Oie gente!
Para variar um pouco os posts da semana, resolvi trazer uma espécie de texto que eu escrevi há alguns dias atrás. Pensei que seria melhor classificá-la como crônica, mas acho que ela se adéqua mais na posição de "texto". Enfim, eu gostei do resultado dela, e, principalmente, o tema
E então, vamos conferir? Clica em leia mais!


Se quiser entrar no ritmo do texto, uma música com a letra mais apropriada ao gênero do texto:


Que tal se valorizar mais?

- Qual é o seu problema?
- Tudo! Eu sou gorda, uso óculos e aparelho, meu cabelo é feio, o corte dele é péssimo e a cor é horrorosa, estou cheia de espinhas e meus dentes não são tão brancos como deveriam ser!
É mais ou menos assim que muitas se sentem por não fazerem parte do “padrão” de beleza que a sociedade impõe. Na real? Até eu estou fora desse grupo, mas não ligo. O que importa ser um pouco gordinha? Melhor do que ser extremamente magra e beirar a anorexia. E qual o problema dos óculos? Eu enxergo muito bem com eles, e a armação é linda. E os aparelhos? São eles os responsáveis pelos dentes bem alinhados que eu tenho. Mas e quanto ao cabelo? Ele é lindo, não tem nada de feio, é apenas diferente, mas o corte está na medida certa e a cor é natural. E quanto as espinhas? Ah, um creme tira elas rapidinho. E os meus dentes? Eles são brancos sim, só não ofuscam os olhares dos outros com sua brancura.
Da próxima vez que reparar em seus defeitos, repense sobre os mesmos. O que antes pode parecer um defeito, pode se revelar uma qualidade, e, mesmo nos casos mais extremos, há sempre uma solução.

Lembre-se: Você é você. Ninguém nasceu para ser igual a todo mundo, cada um tem um seu brilho próprio, seja ele externo ou interno. Valorize o que você tem de bom, e esqueça os defeitos. Quanto mais forcarmos nos defeitos, mais perderemos o foco sobre o que temos de bom, e podemos perder ótimas chances na vida por causa disso.
Da próxima vez que quiser criticar a si própria, lembre-se de se valorizar. Esqueça as opiniões alheias e se importe apenas com quem vale a pena; com quem se importa com você. Ou vai me dizer que a opinião daquele vizinho que você nem conhece vale mais do que a do seu namorado, melhor amiga, pai, mãe, avó? Claro que não!
Valorize-se. E então saberá o que é viver em paz consigo mesma e aproveitar a sua vida com mais garra e determinação do que antes.



E então, o que acharam? Gostaram?

Beijos e fiquem com Deus.

5 comentários:

  1. É você tem toda a razão,eu tenho algumas crises desse tipo.
    Beijoos

    Cherry Girls//Ajude nossa meta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela visita, Gabii, e espero que tenha ajudado com o texto :)
      Bjos...

      Excluir
  2. Sammy, você disse tudo no texto! Têm muita garota que se sente assim, excluída da sociedade porque simplesmente não têm aquele estilo, não curte O GÊNERO da música e até por sentimentos que torna qualquer uma confusa; ou seja, não entra nos padrões. Acaba que a gente vê mais oposições do que qualidades e isso também serve para com o outro, por exemplo, não devemos só perceber os defeitos de fulano e cicrano, assim como muitas vezes fazemos como NÓS mesmas não é?
    Ah, amor, vou ler um pouco das suas webs tá? *_*

    Um beijo,
    @annolivers
    http://world-cutest.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Anna, ainda tem a parte que se dirige aos demais à nossa volta. Ótima observação a sua! ^-^ Ah, espero que goste das webs :) Não esquece de comentar, hein?

      Excluir
  3. Obrigada por comentar em meu blog :)
    Sempre que voce comnetar la eu comento algo aqui.
    Adorei seu blog
    beijinhos, Fran

    ResponderExcluir