14 março, 2013

[Especial] A Poesia e suas Inspirações

Algum apaixonado aqui presente? 
Não é nada surpreendente nos depararmos com uma poesia que reflita bem a realidade de certas ocasiões, mas é mais incrível ainda nos identificarmos com ela. 
Como muitos já sabem e dizem, poesias são aquelas palavras ritmadas que tanto expressam sentimentos, que são delicadas e ao mesmo tempo diretas e, por mais que a identificação não aconteça, ainda assim nos desperta um ar reflexivo, não é mesmo?

Estes dias no colégio, as professoras de Português (são mais de uma), propuseram que os alunos pesquisassem algumas poesias de grandes poetas e que ainda recitássemos para as demais turmas. A minha professora sugeriu que pesquisássemos poesias de Vinícius de Moraes, e vocês nem imaginam o quanto eu fiquei impressionada com aquelas poesias, em especial, a que irei mostrar hoje. 

Acontece que, vez ou outra, eu e minhas colegas do ano passado gostávamos de criar algo do gênero, e digamos que eu tenho algumas aqui guardadas no computador, só esperando sua deixa para aparecerem aqui. Enfim, porém, eu raramente me interessava em ler poesias de grandes autores, mas depois da que vem a seguir, a coisa muda de figura. Inclusive, alguma sugestão de um bom livro de poesias para eu ler? ^-^

Tomara
Que você volte depressa
Que você não se despeça
Nunca mais do meu carinho
E chore, se arrependa
E pense muito
Que é melhor se sofrer junto
Que viver feliz sozinho

Tomara
Que a tristeza te convença
Que a saudade não compensa
E que a ausência não dá paz
E o verdadeiro amor de quem se ama
Tece a mesma antiga trama
Que não se desfaz

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais...

Tomara, Vinícius de Moraes

Diga se a poesia não tem sentimento? 
Bem, e é isso. A poesia nos remete aos pensamentos e sentimentos que ficam guardados em nosso coração, e, de alguma forma, a gente sempre tem a possibilidade de criar uma boa poesia. Basta apenas saber colocar as palavras e os sentimentos no papel, sem medo de escrever...
e Feliz Dia da Poesia...

Um comentário:

  1. Ha Sâmmy, poesias me lembram a 2ª série... Lembro que eu sempre escrevia poesias quando estava lá (atualmente quase nunca escrevo, pretendo voltar), e eu era conhecida como "A escritora da turma" - a prof e alguns de meus colegas me chamavam assim.
    Claro que as minhas poesias não eram nada de sobrenatural, mas pra 2ª série estavam ótimas (ao menos era o que todos diziam) =P
    Feliz dia da poesia você também ♥ Beijos

    ResponderExcluir