01 março, 2013

[WebSérie] Estrela da Noite - Capítulo 01

Oie gente!
Como vocês já sabem, estive trabalhando em uma websérie para o blog desde Janeiro, e ela finalmente veio dar às caras aqui no blog ^-^ #comemora. Acontece que eu devia ter estreado ela ainda em Fevereiro, mas, de qualquer maneira, venho trazê-la hoje - na verdade, só um dia depois de Fevereiro, então, esquece. Como eu já expliquei, cada episódio terá um personagem do grupo de amigos da websérie como protagonista; nesse caso, com o episódio Estrela da Noite, vocês irão acompanhar a Clara como protagonista. ^-^
Mas, então, vamos conferir logo de uma vez? ;)

P.S: Para quem não recorda direito a sinopse do episódio, confere aqui ;)

Cinema

– E então, Clara, o que você acha desse vestido? – Susana perguntava pela milésima vez, e exatamente sobre o mesmo vestido das perguntas anteriores. Eu estava a ponto de tomar aquele vestido da mão dela e arremessá-lo pela janela.
– Ah, não Susana! Você já fez essa pergunta umas quinhentas vezes e eu já disse que ele está bom! – Bufei. – Veste isso logo, os meninos já devem estar nos esperando! Vamos acabar perdendo o filme!
– Tá, tá bom, estressada! – Ela riu, guardando o vestido de volta ao armário, parecendo estar se divertindo com a minha irritação. – Deixa apenas eu colocar uma calça jeans e a gente vai!
Ela adentrou ao banheiro, me deixando sozinha sentada na cama dela, de braços cruzados. No meu subconsciente, o que eu mais queria era largar ela ali e ir correndo ao encontro do Leandro e do Felipe. Por outro lado, essa não seria eu. Eu nunca faria algo assim com a sem noção da Susana, afinal, ela é a minha melhor amiga.
Saímos correndo para o cinema; com sorte chegaríamos no momento em que o filme se iniciaria. Mas acho isso um tanto improvável. Não acredito que o filme iria atrasar à nosso favor.
Chegamos à portaria do cinema e encontramos os dois conversando na maior calma. Nos aproximamos e, enquanto o Leandro me abraçava de lado, o Felipe perguntou qual era o motivo do nosso atraso.
– Ah, não foi nada. Só a Susana com as suas crises de indecisão. Ela ficou em dúvida entre a calça jeans e um vestido por quase uma hora! – Ironizei franzindo levemente as sobrancelhas para a indecisa em questão.
– Eu gosto de pensar muito em minhas escolhas. – Ela empinou o nariz, orgulhosa.
– Ah, tá, como se errar na escolha das peças de roupa fosse te levar para a fama ou te jogar ladeira abaixo... – O Felipe riu, gerando riso geral em nós três.
Susana fez uma careta para ele, enquanto tentava disfarçar o riso, mas era evidente que até ela havia achado graça do que ele havia dito. Felipe costumava ser o palhaço da turma desde que tínhamos oito anos.
– Bom, é melhor a gente entrar logo, né? A sessão já deve ter começado. – O Leandro falou de repente, cortando toda a risadagem.
A gente concordou e ele rapidamente saiu segurando a minha mão, me “guiando” em direção à sala da sessão, enquanto, pelo o que pude ouvir, a Susana e o Felipe discutiam sobre as indecisões dela, logo atrás da gente. Eles aparentavam viver me pé de guerra, mas eram amigos mesmo assim. Na verdade, éramos um quarteto. E vinha sendo assim desde a infância.
[...]
Saímos do cinema às exatas 18h, como Leandro havia previsto. Ainda na portaria, nós quatro nos despedimos e ele se ofereceu para, como sempre, me acompanhar até em casa. Aceitei e fomos conversando enquanto andávamos.
– Já soube da peça teatral que a professora Stella está organizando? – Ele perguntou.
– Ouvi alguns alunos comentando à respeito. – Falei. – Mas já sei que, sem nem precisar de fazer teste, a protagonista será a Belinda. Como sempre.
– Ela sempre rouba a cena, mesmo... – Ele deu de ombros. – Mas é mesmo uma pena. Você com certeza se sairia melhor no papel de Elizabeth, além de ser tão linda ao natural. – Ele sorriu, me dando um beijinho no rosto.
– Valeu pelo elogio, mas o teatro não é para mim. – Eu sorri de volta. – E eu não sou burra de perder tempo com a Belinda. Ela é muito mimada e ama os holofotes. Deixa isso para ela.
Continuamos a caminhar normalmente e, quando dei por mim, já estava na porta de casa. Ele se despediu com um beijo, sorriu novamente para mim e falou:
– Até amanhã.
– Até... – Eu sorri de volta, enquanto entrava dentro de casa.

E então, o que esperam da websérie?

Beijos e fiquem com Deus.

13 comentários:

  1. Já gostei. Esperando pelo próximo capitulo :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus
    continua, pfvr
    acho que tá rolando clima entre o Leandro (poxa, esse é o nome do meu ex namorado D:) e a Clara! Espero que role mesmo :3
    Garota Bipolar
    We ? HTML
    Beezos. :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Isa, mas o Leandro e a Clara já são namorados :D
      Bjos...

      Excluir
  3. Amei o Capitulo!!!
    Estou Ancioso pelo Proximo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^-^ Que bom que gostou!
      O novo capítulo já sai na próxima sexta.
      Bjos...

      Excluir
    2. Ahhh Não Sam ): !!
      Vai demorar muito ainda!
      Vou tentar não "Morrer" de ansiedade!
      Beijos...

      Excluir
    3. Hum, vamos ver o que posso fazer à respeito, :D Não garanto nada, mas... vou pensar no caso, hehehe
      Bjos...

      Excluir
    4. Ebaaaaaaaaaaa!!

      Ronny Pulando de Alegria!!

      Excluir
  4. Aiiii Sâmmy, necessito da continuação agora! Não vejo a hora de ver o que está por acontecer na peça teatral :D Beijos"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostou mesmo, hein, Taís? ^-^ Continuação do capítulo na semana que vem, provavelmente na sexta :D
      Bjos...

      Excluir
  5. Ebaaaaa, primeiro capítulo!! Simplesmente encantador. Me identifiquei com as indecisões da Suzana, e com o jeito mais discreto da Claro. Também gostei demais do Felipe e do Leandro! Enfim, todos eles formam um quarteto perfeito.

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Lari, e tentei ao máximo criar um grupo de amigos assim. ^-^ Pelo jeito deu certo, né? :D
      Bjos...

      Excluir