12 abril, 2013

[WebSérie] Estrela da Noite - Capítulo 07

Este capítulo é parte integrante da WebSérie original "Legally Friends", escrita por Sâmella Raissa. Para ter acesso aos capítulos anteriores, clique aqui


Veia Artística

O auditório do teatro estava silencioso. Até então nenhum sinal da “atriz misteriosa”, o que me deixou um tanto impaciente.
Comecei a repensar sobre a minha ideia em questão, e uma espécie de plano mental se passou pela minha cabeça, com detalhes até das falas que eu já havia ensaiado em casa – Esquisita, prazer! – e estava confiante de que daria tudo certo.
Ou pelo menos era o que eu achava... Ou queria acreditar...
Crash!
Saio rapidamente dos meus devaneios e me viro impulsivamente para trás, tentando saber de onde aquele barulho teria vindo e do que seria.
Após uma fração de segundos, logo me vejo diante da garota; esta, por sua vez, permanece agachada, apanhando alguns objetos caídos no chão.
Era a minha chance de me aproximar com calma, sem assustá-la.

[...]
– Precisa de ajuda? – Perguntei-lhe gentilmente logo que me aproximei.
– Ah, não precisa. – Ela falou sem olhar para mim, ainda a cara enfiada nos objetos e na própria bolsa. – Sou meio desastrada mesmo, estou acostumada com isso.
– Liga não, sou do mesmo jeito. – Agachei-me ao seu lado ainda assim, pegando algumas canetas espalhadas pelo chão ao meu redor. – A não ser que você considere esbarrar-se e derrubar abruptamente um galão de água depois de um susto, ao direito à uma cobertura jornalística no jornal das sete. – Eu ri, me lembrando da cena que acontecera aos meus nove anos, durante um Réveillon em Mossoró.
Ela retribuiu com um riso divertido e descontraído.
– Sério? Ainda bem que isso nunca aconteceu comigo. – Disse, já com a mochila pronta sob o colo. Entreguei-lhe as canetas que restavam e nos levantamos. – Obrigada, de qualquer forma.
- Ah, que nada. A gente se ajuda assim mesmo. – Sorri.
Impulsivamente já estávamos andando em direção para a saída do teatro. Logo meu subconsciente se lembrou de meus pensamentos anteriores e comecei a puxar o assunto que realmente queria.
– E então, o que faz aqui no teatro?  - Perguntei-lhe casualmente.
– Nada demais. Só organizando algumas anotações e atividades atrasadas. – Ela respondeu vagamente, sem dar maiores detalhes.
Tive que apelar para ir direto ao assunto...
– Mas e na outra vez que te vi aqui? – Questionei-lhe. – Digo, você parecia estar atuando ou coisa do tipo, daí...
– Aquilo não foi nada. – Ela me cortou, e percebi seu semblante, antes descontraído e despreocupado, assumir uma posição apreensiva e nervosa.
– Ei, o que houve? O que eu falei de errado?
– Tenho que ir... – Se adiantou na minha frente, afastando-se rapidamente e me deixando sozinha ali dentro.
Ela usara a porta dos fundos para sair.
Bela fuga.
[...]
– Não entendo o que tem de errado com aquela menina. Ela simplesmente foge quando o tema teatro fica um pouco mais extenso e, claro, relacionado à ela. – Lamentei, já a caminho de casa.
– Vai ver ela é tímida e não gosta de aparecer. – Felipe deu de ombros, casualmente. – Ela pode ter medo do que podem ou não pensar dela à respeito disso...
– Talvez. – Murmurei, inconformada. Inconscientemente, comecei a chutar algumas pedrinhas aleatórias que apareciam na calçada.
– Ah, Clara, deixa disso. Mais cedo ou mais tarde isso vai se resolver. – Susana apressou-se em dizer, puro otimismo. – Mas, agora, que tal nos concentrarmos no dever de casa de Matemática, hein? Já era para amanhã! E eu não quero me dar mal na matéria levando outro carimbo!
Nós rimos.
– Tecnicamente, Susana, você já podia estar fazendo isso; não precisa necessariamente da gente para tal. – O Leandro riu, e uma nova onda de risos inundou o percurso até em casa. 


6 comentários:

  1. Está me deixando curiosa viu dona Sammy!
    Leandro é um palhaço mesmo! Quem é a garota?
    Beijos.

    Cherry Girls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, acho que isso é bom, né :D É, o Leandro costuma ser assim às vezes - por mais que, na maioria das vezes, esse papel seja do Felipe.
      E não, eu não vou dizer quem é ela, hehe #segredo
      Bjos...

      Excluir
  2. Uma pena a garota ter medo de aparecer =/ Tomara que tudo se resolva!
    Adorei o capítulo, aguardando ansiosamente a próxima quinta/sexta-feira ♥
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, a Clara queria saber quem era ela :( Mas acredito que os próximos capítulos revelaram isso aos poucos, hehe :D
      Bjos...

      Excluir
  3. Ri imaginando a cena com o galão de água e direito a cobertura jornalística... Só a Clara mesmo, haha. Está ficando cada vez melhor essa web, heim? Ainda mais com a talentosa garota misteriosa!

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, a Clara tem seus momentos de desastrada, mesmo, isso é fato :D Fico feliz que esteja gostando da web, flor!
      Bjos...

      Excluir