18 junho, 2013

[Conto] Romance de Banca | Parte 3


Não foi apenas um livro que eu emprestei, afinal. Bem, no princípio, claro que era, mas foi assim que tudo começou. Aos poucos, eu passava a emprestar outros livros à ele, e logo ele aderiu a essa rotina e passou a fazer o mesmo. Foi o James, na verdade, quem me introduziu a literatura policial, a qual eu tinha uma aversão meio sem fundamento, mas cujas barreiras ele logo quebrou, com a indicação certa. Agora, além de fã do Nicholas Sparks, eu era também uma grande admiradora dos mistérios do Harlan Coben.

Com o decorrer desses empréstimos, também passamos a conversar através das redes sociais. Afinal, como bons bookaholics, precisávamos perguntar, a cada hora possível, sobre como estava o livro que cada um havia emprestado. Isso nos levou também a falarmos sobre outras coisas, como a nossa idade – curiosamente não revelada até então –, que curso fazíamos na faculdade, como eram nossas famílias, e mesmo as opiniões sobre os livros que líamos. Chegávamos a provocar horas e horas de debates intensos sobre determinados livros, dentre os quais um era sempre a favor, e o outro contra – ao menos, na maioria das vezes.
Meses se passaram, e essa foi a nossa rotina comunicativa. Até então já havíamos conversando imensamente sobre vários outros assuntos, embora os livros predominassem na maior parte do diálogo, mas, ao menos, já sabíamos praticamente tudo sobre o outro.
– Ele tem namorada?
Bem, quase tudo, ao menos...
E eu cheguei a essa conclusão no dia em que a minha irmã ficou de sorrisinho irônico o dia inteiro desde que eu havia chegado da livraria – uma das nossas rotinas de fim de mês para debatermos sobre os livros lidos mensalmente. Foi quando eu percebi que nós nunca havíamos falado explicitamente nesse assunto, que não fosse referente aos livros, e eu me senti um tanto quanto intrigada por isso ter-me passado tão despercebido. Mas acabei não dando tanto importância, afinal. Talvez ele quisesse deixar esse lado da história intocado, bem distante do nosso mundinho na literatura. E eu concordava totalmente com ele.
O tempo continuou a se passar nessa rotina, e antes mesmo que eu percebesse, já estávamos no mês de Junho, o que significava que a nossa amizade já durava cerca de dez meses. E então chegou a primeira sexta-feira do mês.
[...]
– Hey, Isabella! – Reconheci aquela voz antes mesmo de me virar e ver o James sorrindo para mim. Acenei, um pouco distante, e então me aproximei.
– Oi, James! – Sorri-lhe. Ao contrário das outras vezes, porém, notei um brilho a mais em seu olhar. Um brilho curioso e alegre, digamos. – Muitos livros lidos durante essa semana? Gostou daquele que te emprestei, também?
– Lágrima de Fogo? É, gostei sim, muito obrigado. – Ele sorriu, entregando-me o livro prontamente. – E, bem, não li muito essa semana. Digamos que eu fiquei um pouco ocupado com alguns projetos pessoais, sabe...
– Bem que notei sua sumida nas redes sociais, também... – Suspirei, eventualmente. – Mas, enfim, obrigada também pelo livro que você me emprestou. Gostei bastante da história de O Outro Lado da Memória[1] principalmente do romance.
– Bem, ele prova, de certa forma, que o amor pode mesmo começar nas horas mais inesperadas... – Ele começou, parecendo tímido.
– ...e formar os casais mais inimagináveis. – Eu completei, sorrindo.
Ele corou levemente em seguida, mordendo os lábios, e foi quando eu percebi que os romances literários já não eram mais o suficiente para a gente. Pelo menos não daquela forma...



[1] Livro de Beatriz Cortes, lançado pela Novos Talentos (Novo Século) em 2013.

Achei que o conto terminaria por aqui, mas... me digam, querem mais uma parte para finalizá-lo por completo? Bem, eu ficaria feliz em continuá-lo, mas vocês decidem. Só levem em conta que, se quiserem uma parte 4, não vai ter capítulo 16 da websérie essa semana também... Mas eu posso postá-la, juntamente com o 17 na próxima semana, talvez... Enfim, digam o que acham, tudo bem? ;) Conto com vocês.

3 comentários:

  1. Meu mais novo sonho: encontrar um menino tão fofo como o James *--*
    Adorei o jeito de ser dele, me identifiquei um pouco (bastante) com a Isabella e a história de ambos se conhecerem na livraria é fofa de mais ♥
    Adorei essa parte (tanto quanto as outras) e sim, quero parte 4 \O/
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoreii flor! Queroo muito a parte quatroo \õ/! Vê se faz logo haha'

      Beijooos

      Excluir