27 dezembro, 2014

[#PHpoemaday] Amores instáveis

Image found here.
| #PHpoemaday | Dia 27 | O Violão Guardado |
Proibida a cópia ou reprodução total ou parcial do texto

— Arrumei o sótão hoje. Adivinha o que eu encontrei?
— O gênio da lâmpada?
— Não, um violão. O seu violão.
— Ah, isso.
— Sim, isso. Parece que foi ontem que você me surpreendeu no palco do ginásio em pleno baile de formatura, tocando uma canção para mim. Nunca me esqueci desse dia.
— Tecnicamente, era noite.
— Ah, você sabe o que eu quis dizer. Mas o que deu em você para estar tão seco? Você não era assim.
— Oh, você finalmente reparou. Pois bem, eu também não era muitas outras coisas, e, agora, veja só!
— Não me lembro de você ser tão pessimista como agora.
— Talvez porque nunca reparou de verdade em quem eu realmente sou.
— Reparei, sim, e você sabe que está sendo injusto comigo agora.
— É a vida. Quem você esperava que eu fosse?
— O rapaz apaixonado e sensível que me dava rosas no Dia dos Namorados e me fazia sentir especial ao tocar uma canção acústica só para mim no baile de formatura do colégio. Não um homem insensível e duro como o que está a minha frente agora.
— Oh, puxa, podia me apresentá-lo? Preciso de mais algumas dicas sobre como proceder com a minha esposa romântica que, ao que parece, passou mais tempo no mundo da lua do que aqui na Terra, encarando a realidade.
— Homem insensível, duro, infantil e irônico, aliás. Não sei o que aconteceu para você mudar desse jeito.
— Como se nós pudéssemos mudar algo que na realidade nunca foi. Já disse, você fantasiou quem eu era. Este que encontra-se agora a sua frente é apenas a realidade.
— Pois então eu prefiro voltar ao mundo lua. Ao menos lá eu era bem tratada pelo suposto homem que eu amava.
— E quem está sendo infantil agora?
— Ah, não aguento mais isso. Não fala mais comigo, estou saindo.
— Beleza, mas, antes, me traz um copo d’água.
— Você é um idiota, sabe disso, não é?
— Mas um idiota que sabe tocar violão muito bem, você tem que admitir.

P.S.: Tentativa de desenvolver um diálogo. Aprovado?

Beijos,
Sâmella Raissa

Um comentário:

  1. Super aprovado, Sâmmy! Você deveria escrever mais diálogos, se saiu muito bem!
    Nunca me apaixonei pra valer, mas acho que, quando nos apaixonamos por alguém, enxergamos na pessoa aquilo que desejamos ver... Não é assim que funciona? A gente ignora os defeitos no início, mas, depois, eles começam a aparecer... E a gente também tenta parecer ter menos defeitos do que realmente tem nos inícios de relacionamentos! Sejam estes relacionamentos de amor, amizade, etc. Não?
    Estou divagando aqui, hehe. Enfim, gostei muito deste diálogo! Simples, bem escrito e tocante!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir